Open Apparel Registry lança mapa global gratuito das instalações da indústria da moda

Partilhar

Após a versão beta lançada em 2018 e uma série de melhorias com base no feedback dos usuários, o Open Apparel Registry foi lançado hoje.

O Open Apparel Registry (OAR) é uma ferramenta de código aberto¹, que mapeia instalações da indústria da moda em todo o mundo e atribui um número de identificação exclusivo a cada uma delas. O objetivo é do OAR é tornar-se a principal fonte para identificar as instalações globais de vestuário e suas associações, reunindo listas de fornecedores de diferentes partes interessadas do setor em um único banco de dados.

O banco de dados que reúne nomes de instalações, endereços e partes associadas é alimentado por um algoritmo avançado de correspondência de nomes e endereços e estará disponível para uso por qualquer organização, gratuitamente, para:

•    Atualizar e padronizar nomes e endereços de instalações 
•     Identificaras associações das instalações atuais e potenciais para encontrar oportunidades de colaboração 
•    Localizar novos fornecedores listados com suas associações
•    Aproveitar o número de identificação do OAR como um ID exclusivo e compartilhado entre sistemas de software e bancos de dados

O OAR compila dados de várias fontes, incluindo iniciativas de múltiplos investidores, listas de fornecedores de marcas e varejistas, instalações e grupos de fábricas, prestadores de serviços, bancos de dados governamentais e muito mais.

O OAR é uma organização neutra, sem fins lucrativos, com um conselho de administração variado, representando a sociedade civil, o setor de dados abertos, grupos de fábricas, iniciativas de múltiplos investidores e marcas do setor. Para facilitar ainda mais a contribuição e colaboração entre indústrias, várias iniciativas, incluindo Amfori, Fair Factories Clearinghouse, SAC, SEDEX e ZDHC, formaram um grupo de trabalho OAR para explorar a integração API. 

Sobre o lançamento, a diretora de projetos, Natalie Grillon, comenta: 

“Ao lançarmos o Open Apparel Registry hoje, buscamos enxergar todas as maneiras que o setor usará a ferramenta em seu trabalho. Como parte de seu desenvolvimento, realizamos um extenso exercício de consulta às partes interessadas, reunindo opiniões e comentários de toda a indústria - desde organizações sem fins lucrativos, trabalhando nos principais países fornecedores e nas próprias fábricas, até grandes marcas globais e iniciativas de múltiplos investidores do setor. Com base nessa informação, estamos confiantes de que criamos uma ferramenta que será de uso prático em toda a indústria, permitindo que as organizações entendam melhor suas cadeias de suprimentos, colaborem com melhorias na fábrica e atuem como uma fonte real de informações com nome e endereço de instalações globais de vestuário.

Azavea, o prestador tecnológico do OAR, liderou as atividades de desenvolvimento de software. Eles são uma organização do Sistema B e possuem uma parceria de dois anos com o time global do Instituto C&A para continuar o desenvolvimento e a manutenção do OAR. Falando sobre o lançamento, Robert Cheetham, presidente e CEO, disse:

“A Azavea está animada para trabalhar com o Instituto C&A no Open Apparel Registry. Como uma empresa do Sistema B, procuramos projetos que tenham o potencial de gerar impacto cívico, social e ambiental, e o projeto OAR se alinha à nossa missão. Além disso, nossa experiência em software geoespacial nos permitirá apoiar os objetivos do OAR de criar um banco de dados global padronizado e de código aberto e um mapa das instalações de vestuário. Estamos ansiosos para apoiar um projeto que melhore a transparência e o compartilhamento de informações na cadeia de fornecimento global.”

Compartilhando suas opiniões sobre o lançamento, Leslie Johnston, diretora executiva global do Instituto C&A, disse: 

“O Instituto C&A tem o orgulho de apoiar o lançamento e o desenvolvimento contínuo do Open Apparel Registry (OAR). Essa iniciativa inovadora é a primeira a compartilhar, gratuitamente, dados importantes da indústria entre marcas, varejistas, fabricantes, iniciativas com múltiplos investidores e a sociedade civil.  Ao fazê-lo, o OAR acelera a colaboração dentro da indústria de vestuário e contribui para um novo paradigma de dados abertos, que acreditamos ser fundamental para tornar a moda uma força para o bem”.

Para explorar o Registro e fazer o upload da lista de fornecedores, visite openapparel.org

***
Para perguntas e acompanhamento, entre em contato com:

Katie Shaw - Londres, Inglaterra
katie@openapparel.org
+44 7780 682958

NOTA AOS EDITORES

Assista ao vídeo que explica o OAR, em inglês, aqui e visite o site para mais  informações mais.

As partes interessadas de toda a indústria falam sobre como estão usando o OAR:

Andreas Streubig, diretor global de sustentabilidade da HUGO BOSS, comentou: 

“O OAR oferecerá uma plataforma única que ajudará a aumentar a transparência em cadeias de suprimento têxtil altamente complexas. Ao consolidar e mapear informações de várias fontes, obtém-se um alto nível de qualidade e comparabilidade. A HUGO BOSS atribui uma grande importância a tal abordagem. Somente unindo forças de todos os participantes do setor é que podemos alcançar melhorias sistemáticas de sustentabilidade na indústria têxtil e de moda.”

Peter Burrows, diretor executivo da Fair Factories Clearinghouse compartilhou seus pontos de vista sobre o lançamento do OAR:

“A Fair Factories Clearinghouse (FFC) está muito satisfeita com o desenvolvimento do Open Apparel Registry (OAR). Uma das barreiras críticas remanescentes a uma maior colaboração entre plataformas e troca de dados tem sido a falta de um diretório de fornecedores único e confiável. O OAR cumprirá essa promessa. A FFC planeja contribuir com dados mestres do fornecedor para ajudar a criar o novo registro de código aberto, mas, o que é mais importante, também esperamos que o uso dele crie benefícios para nossos membros, pois melhorará muito a qualidade de nossos próprios dados mestres de fornecedor. A FFC tem o orgulho de ser um membro fundador do grupo de trabalho de múltiplos investidores do OAR para desenvolver a sincronização eletrônica de dados entre as respectivas iniciativas e o OAR.”

O diretor de sustentabilidade da fabricante de têxteis e vestuário Arvind Limited, Abhishek Bansal, manifestou o seu apoio à ferramenta:

“A Arvind Limited acredita que há benefícios reais para as instalações e grupos de fábricas envolvidos com o Open Apparel Registry (OAR). Por ser capaz de demonstrar as relações de sua instalação através das associações visíveis no site e direcionar as pessoas para o OAR como um recurso verificado, este serve para aumentar a confiança entre o fornecedor e o cliente. Usando o ID exclusivo do OAR, existe a possibilidade de se economizar horas e enormes custos financeiros por meio de relatórios mais alinhados e eficientes. Encorajamos outros grupos de fornecedores a participar para colherem os benefícios que essa ferramenta gratuita pode oferecer.”

Phil Bloomer, diretor executivo do Business & Human Rights Resource Center, disse: 

“Estamos entusiasmados com o lançamento do Open Apparel Registry hoje. Como um registro público gratuito, ele se tornou uma ferramenta vital para a transparência e responsabilidade corporativa, para nós e para os parceiros. Isso traz benefícios imediatos ao nosso trabalho. Por exemplo, usamos o OAR para rastrear abusos relatados em fábricas de vestuário, para garantir que as marcas sejam informadas sobre violações em suas cadeias de fornecimento, e para buscar responsabilidade - a devida diligência para acabar com o abuso e reparação para os que foram prejudicados.  Vemos ganhos enormes para toda a indústria. Os defensores dos direitos humanos dentro de empresas, sociedade civil, investidores e governos podem usá-lo para ajudar a impulsionar a mudança necessária para alcançar a sustentabilidade e o respeito pelos direitos humanos em todas as cadeias de fornecimento de vestuário.”

Jeffrey Hogue, diretor de sustentabilidade da C&A Global, compartilhou seu apoio à ferramenta:

“O Open Apparel Registry procura resolver um desafio importante que a indústria vem enfrentando há vários anos - a falta de um único identificador de instalações para fábricas de vestuário na cadeia de fornecimento de vestuário. Esse desenvolvimento apoiará a colaboração atual e futura da marca em auditorias de fábrica, remediação conjunta, planejamento de ações corretivas e capacitação”.

Falando sobre como vão usar o registro, Paul Roeland, coordenador de transparência do Clean Clothes Campaign disse: 

“Nós nos esforçamos para ajudar os trabalhadores de vestuário a alcançarem seus direitos. A transparência exata da cadeia de suprimentos é vital para isso, para que possamos nos aproximar das marcas corretas e de outras partes interessadas para resolver violações de direitos. Ter um registro claro e unificado das instalações de produção torna mais fácil e rápida a localização da informação correta e, portanto, acelera o caminho para a solução.”

Sobre o OAR:
Lançado ao público em 28 de março de 2019, o Open Apparel Registry (OAR) é uma ferramenta de código aberto, que mapeia instalações de vestuário em todo o mundo e atribui um número de identificação exclusivo a cada uma delas.

O objetivo é tornar-se a principal fonte para identificar as instalações de vestuário e suas associações, reunindo listas de fornecedores diferentes de partes interessadas do setor em um único mapa e banco de dados de código aberto.

O banco de dados que reúne nomes de instalações, endereços e partes associadas é alimentado por um algoritmo avançado de correspondência de nomes e endereços e estará disponível para uso por qualquer organização, gratuitamente, para:

•    Atualizar e padronizar nomes e endereços de instalações no banco de dados 
•    Compreender as associações das instalações atuais e potenciais para identificar oportunidades de colaboração 
•    Encontrar potenciais novos fornecedores, devidamente listados com suas credenciais e associações
•    Aproveitar o número de identificação do OAR como um ID exclusivo e compartilhado entre sistemas de software e bancos de dados

O OAR compila dados de várias fontes, incluindo grandes conjuntos de dados de iniciativas múltiplos investidores, listas de fornecedores de marcas e varejistas, instalações e grupos de fábricas, prestadores de serviços, bancos de dados governamentais e muito mais. Os dados são publicados sob uma licença de dados aberto, a Creative Commons CC-BY-SA 4.0.

O OAR foi desenvolvido pela Azavea, uma empresa de software geoespacial e uma Corporação B certificada, baseada na Filadélfia e financiada pelo Instituto C&A. A Azavea possui ampla experiência no desenvolvimento e manutenção de projetos de fonte aberta e irá apoiar a criação de novos recursos no OAR ao longo dos anos. 

-

¹ Código aberto, do inglês open source, diz respeito ao código-fonte de um software, que pode ser adaptado para diferentes fins.

Partilhar