Círculo virtuoso

Partilhar

O bairro de São Cristóvão, no Rio de Janeiro (RJ), abriga um projeto inovador no cenário nacional da moda, a plataforma Malha. Estamos falando de um movimento fundado para cocriar o futuro do setor unindo empreendedores, criadores, produtores, fornecedores e consumidores de moda sustenta?vel e colaborativa. A ideia é que todos trabalhem em cooperação, compartilhando o que sabem e o que têm a oferecer. Essa troca acontece em um charmoso espaço com coworking, fábrica, escola, laboratório de experimentação, estúdio, restaurante e local para exposição e eventos. E foi a força desse propósito que nos cativou. Resultado: nós do Instituto e a C&A nos tornamos parceiros do movimento.

Em 8 de outubro, apoiadores, patrocinadores e profissionais da Malha reuniram-se no galpão da plataforma – que, aliás, está sempre aberto para quem quiser chegar – para apresentar à imprensa os caminhos dessa parceria. Serão quatro frentes de atuação:

Apoio Instituto C&A

1.Palestras e workshops sobre temas como produção local e independente, sustentabilidade, moda com propósito, economia colaborativa e tendências. O objetivo é fomentar a discussão sobre esses assuntos e colocar em pauta conteúdos de moda sustentável, beneficiando toda a indústria. Em 2017, seis eventos serão realizados para tratar desses tópicos e o fruto desse trabalho será compartilhado em nossas redes sociais.

2.Bolsas de estudo para a Escola de Moda da Malha em prol da capacitação de pessoas de comunidades locais para atuar na indústria da moda de forma sustentável. Além disso, o Instituto C&A está apoiando o desenvolvimento de um conteúdo especial que será utilizado em novos cursos da Escola.

Patrocínio C&A

3.Incubação de dez novas marcas por 12 meses, via edital.

4.Desenvolvimento de um polo de upcycling, processo que transforma resíduos ou peças de roupas que seriam descartadas em novos produtos.

“É a primeira vez que realizamos uma parceria nesse modelo e tenho certeza de que o aprendizado será mútuo. Esse projeto está muito alinhado com nossos valores de educação, mobilização e empoderamento das pessoas para que elas sejam os agentes da mudança. O Rio de Janeiro tem diversos movimentos inovadores como a Malha e nós queremos sempre formar alianças como essas em prol de uma moda mais sustentável ”

Margarida Curti Lunetta, gerente de matérias-primas sustentáveis do Instituto C&A.

Pílulas de inspiração

Ao final do evento, Paulo Correa, presidente da C&A, Elio Silva, vice-presidente de Marketing e Operações da C&A, André Carvalhal, um dos fundadores da Malha, e Gabriela Mazepa, estilista reconhecida pelo trabalho com upcycling no Re-Roupa, fizeram um bate-papo sobre moda sustentável. Confira, a seguir, algumas frases instigantes dessa conversa.

“Queremos tecer o futuro da moda."

“As pessoas se expressam por meio da moda, porém, cada vez mais, o consumidor quer saber como aquela peça é feita, como é a mão de obra, quais são as matérias-primas usadas e os impactos no processo produtivo."

“Essa consciência sustentável é uma questão de sobrevivência para as empresas. E os tomadores de decisão precisam estar atentos e realizar seu trabalho com vontade, estratégia, transparência e verdade."

“É preciso rever esta lógica de comprar a última tendência e descartar a coleção antiga."

“Hoje, os designers de moda têm muitas possibilidades de escolha para serem mais sustentáveis. A tecnologia e a disseminação de conhecimento são ferramentas importantes para apoiá-los nessa jornada."

“A moda deve ser transparente, democrática, colaborativa e acessível."

Partilhar