Programa Voluntariado, Brasil

O que avaliamos?

O programa Voluntariado foi lançado pelo Instituto C&A, em parceria com a C&A Brasil, em 1991. Atualmente, envolve cerca de 2.500 funcionários da C&A em quase 300 unidades de negócio, em 120 cidades, em 25 dos 26 Estados brasileiros. O programa Voluntariado mantém parceria com organizações de educação infantil das comunidades [do entorno das unidades de negócio?] visando: “capacitar os funcionários voluntários para participar como cidadãos na educação de crianças e adolescentes em todas as comunidades onde a empresa está presente”.

A avaliação externa, conduzida entre março e setembro de 2016, focou-se nos resultados esperados do último ciclo do programa (2013-2015), que tinha como objetivos:

  • aprimorar a cultura do voluntariado na C&A
  • aumentar a participação social voluntária
  • fortalecer o acesso a uma educação de qualidade
  • desenvolver as competências organizacionais da comunidade para melhorar a educação.

Resultados

O programa Voluntariado teve efeitos positivos para a empresa e para os voluntários, mas pouco significativos na educação das crianças ou desenvolvimento das organizacões:

- O envolvimento dos funcionários da C&A no programa Voluntariado contribuiu para o desenvolvimento profissional e pessoal e aumentou o entendimento deles sobre injustiça social. Os voluntários relataram melhoria nas competências de comunicação e trabalho em equipe, assim como consciência e entendimento da desigualdade social e dos desafios que o setor da educação enfrenta.

- Houve um alto nível de participação no programa por toda a C&A, mas as demandas do negócio restringiram o engajamento com as organizações sociais apoiadas. Muitos voluntários participaram de atividades internas regulares, mas menos de 40% teve a oportunidade de se engajar em atividades externas de educação das crianças. O principal motivo foi o aumento nas demandas do negócio e a reestruturação de funções e alocação de funcionários nas lojas. Isso deixou os voluntários frustrados e desmotivados.

- A venda do estoque excedente de roupas da C&A (“bazar”) por organizações sociais foi uma forma bem-sucedida de angariar fundos para investimento em recursos educacionais. O bazar combina os recursos da C&A e as competências dos funcionários da empresa com as necessidades financeiras das organizações sociais. Ele arrecadou uma média de R$ 7.500 para as organizações sociais que participaram da ação. Os recursos foram usados para a melhoria das instalações, dos equipamentos, dos materiais educativos e para a compra de alimentos. O bazar também fortaleceu as relações entre as organizações sociais e as famílias das crianças que as frequentam.

- A contribuição de voluntários para a melhoria da educação ou da capacidade institucional das organizações sociais apoiadas foi limitada. Os voluntários não tiveram a capacidade de interagir de forma frequente com as organizações para conseguirem obter mudanças positivas no acesso, qualidade ou competência educacional. Além disso, as parcerias com organizações sociais foram prejudicadas pela falta de critérios para engajamento e saída. As organizações sociais relataram que o ponto mais forte do programa Voluntariado foi a diversificação das atividades lúdicas com as crianças.

- As expectativas quanto à participação voluntária e ao impacto na comunidade foram irrealistas. As metas de impacto estabelecidas para a comunidade foram mais altas do que o programa poderia atingir. As estratégias do programa foram demasiadamente complexas e exigentes para a real capacidade dos voluntários.

Aprendizados

A avaliação fez recomendações e identificou desafios e vetores de mudança dos quais foram extraídos os seguintes aprendizados:

O que aprendemos?

  • O voluntariado está bem desenvolvido na C&A Brasil, mas é importante esclarecer os impactos esperados para os funcionários, uma vez que o Voluntariado está entrando em uma nova fase de planejamento. Liderança, comunicação e trabalho em equipe são cruciais para dar suporte ao programa Voluntariado, ao negócio e ao Instituto C&A.
  • É essencial oferecer diferentes tipos e níveis de envolvimento de funcionários no programa Voluntariado. A realidade do varejo estabelece que o programa Voluntariado precisa não somente oferecer oportunidades para o voluntariado externo com organizações sociais, mas também promover diversas oportunidades de voluntariado interno para apoio as atividades externas. Isso precisa acontecer por meio de atividades e eventos envolvendo conselheiros, gerentes, voluntários formadores e voluntários para engajar novos funcionários e motivar os existentes.
  • A estratégia do “bazar” foi bem-sucedida devido à sua relação direta com a função central do negócio da C&A Brasil e com as necessidades das organizações sociais. É importante que o programa Voluntariado continue a procurar vínculos entre o conhecimento do negócio e funcionários e as necessidades das organizações sociais que ele apoia.
  • Atividades voluntárias externas relacionadas à educação com foco no lúdico são fundamentais. Os pontos fortes dos voluntários são mais bem aproveitados na realização de atividades divertidas como música, teatro e brincadeiras, que as crianças necessitam para seu desenvolvimento cognitivo.
  • Critérios claros e acordo com as organizações sociais são essenciais para manter o engajamento e obter resultados. Diretrizes para parcerias com organizações sociais fornecem estrutura durante um ciclo fixo de implementação (tipicamente de três a cinco anos). Elas devem se basear em objetivos claros, resultados esperados e estratégia de saída, juntamente com monitoramento e avaliação adequados. Isso deverá se tornar parte do cotidiano do programa Voluntariado no futuro.

Conclusão da Avaliação

A cultura do voluntariado é forte e faz parte do “DNA” corporativo da C&A Brasil. No entanto, o último período de programação traçou metas demasiado ambiciosas e os resultados para as organizações sociais e para as crianças foram limitados. Há necessidade de uma nova estratégia e de diretrizes operacionais adequadas para que o programa Voluntariado possa melhorar nos próximos anos.

Confira o relatório completo da avaliação aqui.